top of page

Antissemitismo e Desinformação: Guerra de Narrativas



Desde o fim da segunda guerra mundial, há quase 80 anos, o mundo não testemunhava tanto ódio e antissemitismo. Baseado na narrativa de ocupação colonial criada pela intelligentsia soviética nos anos 1960, a não aceitação do Estado de Israel pela Liga Árabe, tornou  população árabe que habitava a Cisjordânia e a Faixa de Gaza no povo Palestino, que hoje ocupa o coração e mente da grande maioria das pessoas no mundo ocidental.


Isto não começou com a Guerra dos 06 Dias em 1967. Isto ainda antes de 1948,  começa com a negação ao direito de existência do Estado Judeu. 


Qual era mesmo a função do grupo terrorista  OLP-Organização da Libertação da Palestina? A Wikipedia fala que foi “ fundada durante um encontro de 422 figuras nacionais palestinas em Jerusalém, em maio de 1964, depois de uma decisão anterior da Liga Árabe, sua meta era a libertação da Palestina através da luta armada.” 


Mas se o Estado Palestino será composto de Gaza( sob controle Egípcio)  e Cisjordânia (controle jordaniano), e em 1964 Israel não estava ocupando nem um dos dois territórios, qual era mesma a Palestina que a OLP uma desejava  “ libertar” ? E por que nem o Egito, nem a JOrdânia, muito menos a Liga àrabe criaram o Estado Palestino?

Porque isso nunca foi o objetivo nem da OLP nem da Liga Árabe, como não é do Hamas. Todas essas entidades têm um único ponto em comum: a destruição do Estado de Israel. 


Os soviéticos tiveram a eficiente ideia de atribuir as migrações de judeus europeus para a Palestina do Império Otomano, como um ato de colonizadores. Na realidade, eram pessoas oprimidas e perseguidas na Europa, voltando à sua terra de origem, encontrando seus irmãos que nunca abandonaram a terra.


No fundo ninguém está interessado nos Palestinos, muito menos em  combater opressão ou ocupação. É puro ódio aos judeus. Mesmo que para isso finjam acreditar nessa história.


 Alguém aqui ouviu falar de alguma manifestação pública nos últimos 70 anos, protestando contra a ocupação e tentativa de genocídio do governo Chinês contra o Tibet? Ou contra a  Guerra da Síria? Ou protestando  contra os atos dos governos da  Turquia e Iraque contra os curdos? Ou contra o genocídio da China contra os Uigares que são islâmicos? ou protestos contra a Rússia que invadiu a Ucrânia? Houve protestos contra a guerra em Darfur ou na Serra Leoa? Ou de  feminista protestando contra os estupros na Bósnia e Kosovo na guerra dos Balcãs?


 Se você disse sim a estas perguntas, então estarei errado. Você disse sim a alguma?


9 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page