top of page

Povo do Livro: Os Compatriotas. A História do Resgate dos Judeus Dinamarqueses, narrada por Bo Lideg

Atualizado: 28 de dez. de 2022


(Reprodução)


Muitos não-judeus arriscaram sua vida e a de sua família para salvar judeus durante a Shoá. Estas pessoas são conhecidas como “Os Justos Entre as Nações”, e inclui brasileiros como Aracy Guimarães Rosa e o embaixador Souza Dantas, entre tantos outros, de tantas nacionalidades. Estas pessoas são homenageadas pelo Yad VaShem, em Jerusalém, que mantém um jardim, onde para cada agraciado com este reconhecimento, uma árvore é plantada, tal local é conhecido como “Jardim dos Justos”.

Em Compatriotas, o historiador dinamarquês, ex-editor-chefe da revista Politiken, narra a história do resgate dos Judeus dinamarqueses. Esta é uma história singular que começa em outubro de 1943, após anos sem grandes alterações em seu dia a dia, pois os alemães sabiam o apreço que os judeus tinham de seus compatriotas dinamarqueses. Porém, devido a atividade da resistência, os nazistas planejaram neste mês se livrar dos 7.800 judeus. Esta notícia foi divulgada e mobilizou a população dinamarquesa, que se articulou para ajudar os judeus a fugirem para Suécia. Discute-se que os nazistas tinham um acordo com os dinamarqueses para fazer vistas grossas, mas isso não era conhecido pelos que optaram por arriscar sua vida para ajudar seus vizinhos. A resistência dinamarquesa fez parte deste empreendimento e 7.200 judeus e 700 de seus parentes não judeus foram transportados para um local seguro no decorrer de três semanas em outubro de 1943 e daí levados para a Suécia.


Este resgate excepcional em muitos sentidos, devido ao envolvimento de dinamarqueses de todo os estratos sociais, para salvar os judeus. A excepcionalidade do feito foi reconhecida pelo plantio de uma árvore na Avenida dos Justos em homenagem à Resistência Dinamarquesa. Os membros da resistência solicitaram ao Yad VaShem, que não desejavam uma homenagem como indivíduos e sim como reconhecimento ao esforço coletivo para salvar seus compatriotas.


Expediente:

Compatriotas, por Bo Lidegaard (Autor), Luiz A. de Araújo (Tradutor),448 páginas Editora Companhia das Letras


13 visualizações0 comentário

Opmerkingen


bottom of page