top of page

Principais Notícias de Israel



Assunto polêmico que o governo de Israel está enfrentando é o do recrutamento dos ultra ortodoxos, que foram isentados por estudarem em Yeshivot. No inicio foram apenas 400, mas com o passar do tempo, seu número foi aumentado para 63.000. Com esta guerra e que o exército já muitas baixas e muitos feridos, as Forças de Defesa de Israel necessitam de mais soldados. A Suprema Corte decidiu numa votação de 9 contra 0, que os ultraortodoxos tem que se alistar. Os partidos 'haredim' dos ultraortodoxos tem muita força na politica israelense, principalmente o Shas com 11 deputados e o Yahadut Hatorá, 7 deputados. Estes são o fiel da balança que Netanyahu necessita para preservar seu governo que conta com 64 deputados contra 56.


Agora, com a decisão da Suprema Corte, será difícil se esquivar, mesmo que o primeiro passo será recrutar 3.000 jovens que não frequentam yeshivot, mas se esquivam do alistamento. O ministro da Habitação, rabino Itzhak Goldknopff já avisou que se esta lei passar ele se demite. Mas, pelo visto vai apoiar o governo por fora.            (foto:" vamos a cadeia e não ao Exército")


O problema dos haredim acompanha Israel por décadas e agora tem que resolver esta questão para que todos se alistem, sem discriminação. Há a possibilidade de formar pelotões exclusivos de haredim, para que mantenham suas tradições.


Na fronteira com o Líbano, o potencial de conflito aumenta e ao mesmo tempo os dois lados dizem que não querem a guerra. A boa noticia é que no Líbano aumenta o número de opositores a Hizballah que falam contra Nassralah e suas manobras. A Hizballah é a mais potente força no Líbano, mas pode ser que neste mundo louco, Nassralah dará ouvidos a população cristã e sunita do país e evitará possível destruição de ambos os lados da fronteira.    O jornal londrino, Telegraph publicou que a Hizballah armazena material bélico em depósitos no aeroporto de Beirute. Abriga misseis balísticos, bombas da artilharia, misseis laser anti tanques, explosivos tipo RDX com pó venenoso, entre outros. A Hizballah nega como negou armazenar material bélico no porto de beirute. Numa explosão nestas dependências morreram mais de 200 pessoas.


NEGA ISRAEL COMETER GENOCÍDIO. O renomado escritor e jornalista Jake Wallis Simons publicou (20) artigo no diário The Telegraph, no qual nega que Israel esteja cometendo genocídio. Escreve:" depois dos horrores de outubro, 23, Israel tem todo o direito de se defender. A chacina da Hamas matando inocentes indefesos em Gaza, mas é assim que ocorre o conto popular do assassinato do povo judeu. Ele é contado por órgãos internacionais, políticos e mídia que transmite fatos de sofrimento popular as nossas casas. O problema é que isto é mentira como no exemplo do bombardeamento do Hospital Al Ahadi. A mídia acusou Israel de tê lo feito. Depois foi apurado que a Jihad Islâmica atirou contra Israel e o míssil falhou e caiu no hospital. Outro exemplo é o número de palestinos civis mortos, que depois até mesmo a ONU diminuiu drasticamente este número. A acusação de fome na Faixa de Gaza foi jogada no lixo, com a mostra de farta alimentação. Conclui o autor:" O antissemitismo sempre se baseou em mentiras".


SELEÇÃO DE NATAÇÃO CONQUISTA 7 MEDALHAS. Foi no Campeonato europeu realizado na semana passada em Belgrado, Sérvia. A nadadora Anastácia Gorvenanko ganhou 2 medalhas de ouro. Nos 400 metros e 200, nado misto. Nesta as israelenses chegaram em primeiro e segundo lugar que foi da Lea Polonski. Nas olimpíadas de Paris, Israel terá 20 nadadores.


NAS COSTAS DE ISRAEL DESCOBERTA DATADA DE 3.300 ANOS. Nova descoberta que foi casualmente desvendada. A companhia de gás natural Energian, que opera os poços marítimos de Israel no Mediterrâneo: Karish, Tanin e Catlan, realizou novo censo em profundidade de 1.8 km e a 90 km. da costa viram algo estranho. Chamaram pesquisadores da Autoridade de Antiguidades de Israel e com analise descobriram grande carga de jarros de armazenamento da época de bronze-há 3.300 anos. O navio com a carga deve ter afundado devido a tempestade e é o mais antigo descoberto no Mediterrâneo. Mostra que já na antiguidade sabiam navegar sem avistar a terra e havia comércio de vasos carregados com óleo, vinho e produtos agrícolas.


KIBUTZ BETH KAMA, PERTO DE GAZA, PEDE AJUDA. O kibutz a menos de 20 km. de Gaza tem guardiões do próprio kibutz, que são ex combatentes e são voluntários. Guardam uma comunidade de 250 famílias, dia e noite. Dois dias depois do massacre de 7.10, lá foram pegos 2 terroristas da unidade de elite da Hamas, a Nuhba. Em 14.3.24 na junção do kibutz foi assassinado o soldado Uri Moyal ZL. O esquadrão de emergência do kibutz necessita de material bélico para sua atividade. Será muito grato por qualquer contribuição que pode ser feita para: Agudat Beth Kama, Banco Hamizrahi (20), agencia 426, conta 486778. Frisar para Kitat Konenut (esquadrão de Emergência) Nir nave- comandante da guarda, agradece antecipadamente.



14 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page