top of page

Twitter é processado em Israel em US$ 37 milhões por uso indevido de dados pessoais

O processo alega que o Twitter enganou 250.000 usuários israelenses sobre como protegeu sua privacidade.


Icon set photo created by natanaelginting - www.freepik.com



O Twitter está sendo processado por 125 milhões de Shekalim (US$ 37,5 milhões) em uma ação coletiva que alega que um quarto de milhão de usuários da plataforma de mídia social em Israel tiveram seus dados explorados para uso comercial.


O processo israelense, movido pelo escritório de advocacia David Or Chen, vem logo após um acordo entre o Departamento de Justiça dos EUA e o Twitter, no qual a gigante da mídia social concordou em pagar uma multa de US$ 150 milhões por enganar os usuários sobre como manteve e protegeram sua privacidade e segurança.


De acordo com o processo federal, o Twitter violou uma ordem da Federal Trade Commission de 2011 ao não divulgar aos consumidores que estava usando seus detalhes de contato para ajudar na publicidade direcionada entre maio de 2013 e setembro de 2019.


“Essa prática afetou mais de 140 milhões de usuários do Twitter, ao mesmo tempo em que aumentou a principal fonte de receita do Twitter”, disse a presidente da FTC, Lina Khan, em comunicado no mês passado.


Autoridades do Departamento de Justiça observaram que dos US$ 3,4 bilhões em receita que o Twitter obteve em 2019, cerca de US$ 3 bilhões, foi de publicidade, informou a agência de notícias Reuters.


Os queixosos israelenses alegam que o engano do Twitter também afetou os usuários em Israel entre 2013 e 2019.


O Twitter levou os usuários a “assumir que estava agindo de acordo com a lei e os acordos entre as duas partes, garantindo que os dados pessoais permaneceriam confidenciais. Ao divulgar esses detalhes a terceiros, violou sua obrigação com novos usuários”, escreveram os demandantes, de acordo com o jornal de língua hebraica Israel Hayom.


A soma de 125 milhões de Shekalim foi alcançada calculando uma compensação de NIS500 ($ 150) para cada demandante. Aproximadamente 250.000 israelenses, compreendendo 5% da população adulta do país, têm contas no Twitter.


6 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page