top of page

Leituras da Torah para Pessach

A fascinante história do israelita que é salvo da morte e criado como um Príncipe do Egito, mas que age com justiça e descobre sua real identidade é uma das mais marcantemente conhecidas pela mistura de drama, aventura e milagres. Sendo um dos Chaguim mais festejados por cada família judia, é uma história de muitos desafios e aprendizados. Temos 02 porções especiais lidas nos primeiros dois dias, quatro leituras especiais para Chol Hamoed (dias intermediários), neste comentário, como um dos Chol Hamoed é Shabat leremos também o trecho Êxodo 33:12 .


Imagem de avitalchn por Pixabay


1o. dia (Shemot \ Êxodo\ 12: 21-51)


Na porção de leitura da Torá para o Primeiro dia de Pessach (Shemot\ Êxodo)12: 21-51), Moisés instrui os anciãos de Israel em todas as leis de Pessach. Fica bem estabelecido que Todas as gerações vindouras devem observar as tradições da Festa da Liberdade, deste modo aprender sobre o significado e a importância do Chag. Muitos estudiosos destacam a importância do Seder de Pessach e a leitura da Hagadá, como um instrumento didático para forjar a identidade judaica das crianças, no que provavelmente é a primeira história de luta de liberdade dos escravos (a famosa história do gladiador Spartacus, contra Roma se dará mais de um milênio após). Destacam-se os temas da oferenda de Pessach (Korban de Pessach) no Egito, a trágica décima praga, a que atinge os Primogênitos à meia-noite, e como com Braço Forte e Mão Estendida, o Eterno tirou os Filhos de Israel do Egito. Na convocação de saída rápida da terra da escravidão, o processo de fermentação do pão não se conclui, dando origem a Matzá, uma das marcas da festividade., conhecida também como Chag HaMatzot. Neste trecho, determina-se que o mês de Nissan é o primeiro mês do calendário, marcando o início da identidade de um povo, com seu próprio calendário. O Comentarista medieval Rashi se perguntava por que a Torá não se iniciava com a saída do Egito, tal a força dos fatos narrados aqui. A força destes acontecimentos ancestrais ressoa por séculos na mente e no coração do povo judeu, como demonstrado no caráter pedagógico do Seder e da leitura da Hagadá, a força simbólica das músicas, das quatro perguntas, toda a comemoração da festa de Pessach mostram como aquela viagem pela história jamais será esquecida.

Na Porção do 2° dia Pessach (Vayicrá \ Levítico 22:26-23:44) há uma lista de todos os Moadim – “os tempos determinados” no calendário para a celebração festiva, da ligação do povo e de cada indivíduo com HaShem. É descrita também a mitzvah da Mitzvá da Contagem do Ômer, os 49 dias de “contagem regressiva” até a festa de Shavuot, que se inicia na segunda noite de Pessach. Nesta porção são determinadas também as “Três Festas de Peregrinação” (Shalosh Regalim): Pessach, Shavuot e Sucot. Moisés instrui aos israelitas detalhes da observância do Shabat e dos Chaguim, e descreve as estações sagradas do Luach, Pessach, Shavuot, Rosh Hashaná, Yom Kipur e Sucot.

O tema deste Chag, a Saída do Egito, se confunde com uma dimensão espiritual, se tomarmos em conta que Mitzraim em Hebraico, de “lugar estreito”, ocorreu com uma ação dos israelitas, que marcaram os portais de suas casas com sangue do sacrifício pascal para servir de sinal para eles mesmos. Rashi comenta que HaShem não precisava de tal sinal, este sinal marca assim uma tomada de consciência de uma identidade, aquela que precisa sair de um lugar estreito, e buscar espaço no deserto para seu crescimento. A Saída de Mitzraim é um convite à saída das nossas próprias limitações, sem esperar pelas melhores condições ou pelo melhor momento, pois requer urgência.


Pesach Shabbat Chol HaMoed (Êxodo\Shemot 33:12-34:26)

Neste trecho, Moshé conclui os 40 dias e 40 noites que passa na Montanha de D’ us, o Monte Sinai, recebendo as tábuas da lei, solicita ter um vislumbre da presença material de D’us, ao qual nenhum homem poderia sobreviver se presenciado em plenitude e desce o monte carregando as tábuas, com um resplendor em sua face, que marcara a partir de então toda sua vida. Neste trecho os 13 atributos da Misericórdia e Compaixão de HaShem são destacados.


Chag Pessach Sameach VCasher!


15 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page