top of page

Parashat Vaera

Atualizado: 12 de jan.



Parashat Vaera (Shemot - Êxodo 6:2-9:35

(Como ser um personagem da história)

(Quem é o grande Personagem da História)

(Aonde o Sagrado está “oculto”) 

(Como revelar o Sagrado) 

(Como carregar o Nome do Eterno)

(Como ser eterno com o Eterno)


Essa semana estamos lendo a décima quarta parashá da Torá, que está no livro de Shemot (Shemot - Êxodo 6:2-9:35). 


Qual é o personagem principal de toda a Torá ou de todo o Tanach e de toda a História? 

Se você respondeu, Avraham, Moshe, David, Shelomo, sinto muito, mas você respondeu errado…

O principal personagem da Torá e de toda a Existência é o Eterno. 

Desde o início, o Eterno é… 

No princípio, O Eterno criou os Céus e a Terra(Bereshit-Gênesis 1:1)


E na parashá dessa semana, o Eterno continua como o personagem principal de toda a Torá. Ele/Ela é o Único(a) personagem que interage com todos os personagens, porém assim como um ator de um teatro, que possui várias personalidades, facetas, o Eterno se apresenta de várias formas e maneiras ao longo da História. E por que o Eterno, se mostra de formas diferentes, apesar de Ser o Mesmo(a) sempre antes mesmo que a Existência passasse a existir? Por que Ele/Ela se adequa a nós, os outros personagens da história, os seres humanos, que aparentemente mudamos com o tempo.


O texto da parashá diz assim:

Shemot(Êxodo) 6:2-3

“ E falou Elohim a Moshe e disse a ele: Eu Sou YHWH(Eterno/Existência). Apareci, Me Mostrei a Avraham, Yitzhak e Yaakov como El Shadai(o D-us de toda Fonte, o D-us Todo Poderoso, mas com Meu Nome YHWH(Tetragrama), não Me fiz conhecer a eles…”


O Eterno é extremamente compreensível conosco e se adapta a nossa linguagem, a linguagem humana, por isso é costume ao se apresentar ao ser humano, aparecer de uma forma mais oculta, para que nós possamos ter um mínimo de conhecimento, noção e compreensão da realidade divina. Se assim não fosse, não nos entenderíamos um pouco do Sagrado.


E nós nos perguntamos, por que muitas vezes não percebemos, “enxergamos” ao Eterno, não vemos o Sagrado? Muitos se perguntam por que não podemos provar a existência de D-us, apesar dessa pergunta não fazer muito sentido? Justamente por isso, por causa do lado oculto do Divino, não percebemos Sua presença, apesar dela envolver toda realidade. O Eterno é a própria realidade ao qual estamos imersos e por isso não conseguimos enxergar, apenas vemos o nosso viés.  A nossa incompreensão gera o Mal, o lugar aonde o Eterno se oculta. Como disse Einstein, o Mal é a “ausência” do Sagrado. Ele/Ela está lá, mas ao mesmo tempo não está. Vimos a “ausência” de D-us, a personificação do Mal, em tantos momentos na História, e a vimos também no dia 07/10/2023(22/23 de Tishrei de 5784) em Israel e cabe a todos nós, que carregarmos o Nome do Sagrado em nosso nome, IsraEL, a tarefa de revelar o Divino aonde Ele está oculto para que o Mal desapareça, precisamos apresentar ao Mundo o principal personagem de toda História! 


A medida que se passa o tempo, o ser humano tem novas compreensões, percepções, necessidades do mundo e da realidade e assim cada vez mais D-us se releva. Para Avraham, o Eterno se apresentou como D-us de Avraham, para Yitzhak, se apresentou como D-us de Yitzhak, para Yaakov, como D-us de Yaakov, D-us de Israel. Para cada ser humano, D-us se apresenta como o D-us daquela pessoa e assume a personalidade dela, apesar de ser o Mesmo antes da existência de tudo. 


Com a percepção do Sagrado, com a revelação do oculto Divino, podemos ser eternos com o Eterno, podemos participar da corrente da Vida Eterna, continuar “existindo” mesmo depois que nós já não tivermos fisicamente nesse mundo. 


Em Shemot - Êxodo, Moshe já tinha perguntado ao Eterno:

“…Qual é o seu Nome? O que deverei lhes dizer? D-us falou a Moshé: 

“Eu Serei o que Serei…”


Serei o que vocês precisarem, o que vocês necessitarem, Serei o D-us da personalidade de vocês, D-us de Avraham, D-us de Yitzhak, D-us de Yaakov, D-us de Benjamim(Saulo), O D-us de Você!! 


 “Se você tiver sugestões ao texto, fique a vontade para enviá-las para mim! Ficarei feliz ao receber suas ideias e percepções!! ” 


Saulo Brandão de Aguiar(Beniamim Ben Avraham) 


Amém! 



Referências: 

Chumash Torá - Rabbi Meir Matzliah Melamed ZT”L (Editora Sefer)

Chumash Torá - Rabbi Aryeh Kaplan (Editora Maayanot)

Comentários do Rabbi Jonathan Sacks ZT”L

da parashá Vaera em português(Site da Sinagoga Edmond Safra)

Veshinantam - Vaera - Ano 6, N 276

Tanach - Editora Sefer 

Site Judaísmo Ibérico: 

Rabino Nilton Bonder - Chatzot HaShavua - Vaera: https://youtu.be/gJuKXjiLkdk

Comercial da Macedônia- D-us Existe? Albert Einstein : https://youtu.be/VqgcrJs5cPE?si=OUQIyVH1OZi-IL0v

19 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page