top of page

Sociedade Israelita da Bahia entrega proposta contra Antissemitsmo ao Prefeito de Salvador




Durante audiência do Embaixador de Israel   Daniel Zoha Zonshine com o prefeito de Salvador, Bruno Reis, a Sociedade Israelita da Bahia, representada pelo Conselheiro Jorge Goldenstein e pelo Diretor da Sinagoga Mauro Brachmans, entregaram proposta para que o munícipio de Salvador adote a definição de Antissemitismo da Aliança Internacional para Memória do Holocausto (IHRA).


De acordo com a Aliança Internacional para a Memória do Holocausto (IHRA), o antissemitismo é “uma determinada percepção dos judeus, que se pode exprimir como ódio em relação aos judeus. Manifestações retóricas e físicas de antissemitismo são orientados contra indivíduos judeus e não judeus e/ou contra os seus bens, contra as instituições comunitárias e as instalações religiosas judaicas”.


A IHRA é uma organização intergovernamental fundada em 1998, que une governos e estudiosos para fortalecer, avançar e promover a educação, pesquisa e lembrança do Holocausto em todo o mundo e defender os compromissos da Declaração do Fórum Internacional de Estocolmo sobre o Holocausto.  A IHRA tem 34 países membros, um país de ligação e sete países observadores., inclusive o Brasil.


O prefeito se comprometeu a analisar a pauta e buscou maiores informações em como dar continuidade ao processo. A Definição da IHRA, já foi adotada pelos estados do Rio de Janeiro, São Paulo, Goiás e no último dia 21 de maio pelo estado de Roraima, além das cidades do Rio de Janeiro e São Paulo.

7 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentarios


bottom of page